Exposição de Vitrais e Mandalas no “Mercadão”

Acredito que a maioria dos paulistanos e turistas estejam acostumados com o carinhoso apelido dado ao MERCADO MUNICIPAL DE SÃO PAULO: o “Mercadão”. Resolvi utilizá-lo na divulgação do evento da FEIRA DE ARTESANATO da qual participo, e que está rolando por lá em janeiro, em homenagem ao aniversário de São Paulo.

Navegando pela net em busca de um “símbolo” que representasse este espaço cultural, encontrei uma foto, ou melhor, uma “obra de arte fotográfica” eternizada pelas mãos do jornalista Rodrigo Teófilo.

Segundo Rodrigo :

“Momentos são efêmeros...

lugares e ambientes degradam...

a vida inevitavelmente passa....

Apenas a mente e a fotografia são capazes de torná-los eternos”.

E foi o que ele fez!

Vale a pena conhecer o trabalho fotográfico desse profissional. Confira http://www.rostev.com/

Quem quiser adquirir uma mandala está aí uma excelente oportunidade. Se preferir escolher antecipadamente sua mandala, é só clicar no link “escolha sua mandala” e enviar um e-mail.

A FEIRA DE ARTESANATO DO MERCADÃO acontecerá do dia 19/01/2011 até o dia 29/01/2011, de terça à sábado, das 9:00hs às 16:00hs.

Aproveite as férias e venha nos visitar!!!

Psicodrama e Budismo

Caros amigos,

Como eu gostaria de estar mais tempo me dedicando a este blog e ao mundo virtual (já devo ter mencionado isso), mas....vamos lá! 2011 chegando com força total e sempre que for possível estarei aqui compartilhando, pesquisando e aprendendo com voces.

Gostaria de iniciar este ano divulgando o site de um dos mais “iluminados” mestres budistas: LAMA PADMA SAMTEN. Mestre em Física e estudioso da Física Quântica, foi professor acadêmico de 1969 a 1994. Atualmente trabalha como líder, sacerdote e professor no Instituto Caminho do Meio – Centro de Estudos Budistas Bodisatva (CEBB) (RS), entidade que dirige. Seu trabalho está voltado à orientação das atividades de seus alunos, através do estudo, da prática de meditação, de retiros e, sobretudo, através do auxílio na compreensão da espiritualidade e da cultura de paz como caminho para que desenvolvam boas relações no ambiente onde vivem.

Neste site encontramos muitos ensinamentos filosóficos e práticos. Escolhi o ensinamento sobre Compaixão, e que agora compartilho com vocês:

...“Na filosofia budista as palavras amor e compaixão denotam sentimentos e atitudes que vale a pena conhecer. Digamos que alguém olha para uma planta que se encontra num vaso dentro da casa. Pelo olhar compassivo, em vez observar se gosta dela ou não, pergunta como é que ela se sente sem a luz do sol, a água da chuva e sem as suas plantas amigas e companheiras. Quando olhamos uma planta pensando se gostamos ou não, nossa mente opera obstruída pela sensação de gostar ou não gostar. Uma inteligência maior é olharmos para aquela planta perguntando do que ela necessita. E mais do que isso, nós podemos olhá-la e ver do bom jardineiro quais as flores e frutos que essa planta tem escondidas dentro dela, e que ela mesma não sabe. Da mesma forma, podemos olhar o outro e ver o que afeta a sua existência, para nos manifestarmos de forma positiva para remover os obstáculos, isso é compaixão. Para promover as qualidades positivas, isso é amor”....

(texto na íntegra http://www.cebb.org.br/lamasamten/ensinamentos/277-as-cinco-cores-da-compaixao)

Está aí um lindo ensinamento para começarmos a refletir em qual nível estamos estabelecendo nossos vínculos (familiares, amigos, chefe, amores...etc.).

Muitas das nossas “atitudes” e comportamentos inconscientes e inadequados poderiam ser trazidas à luz da consciência para serem revistos, poupando-nos assim dos conflitos e das tristezas geradas.

Seduções, interesses, manipulações são às vezes, utilizados por todos nós, em algum momento de nossas vidas. O psicodrama preconiza, assim como no budismo, se colocar no lugar do outro e passar a ver o mundo como o outro vê, e isto já seria uma grande sacada!

"Compaixão é reconhecer no outro sua natureza estável, perfeita, luminosa, sua condição verdadeira, quebrando o encanto dos jogos mentais que estão produzindo as complicações." (Lama Padma Samten).

Foto da Mandala do Mantra da Compaixão OM MANI PADME HUM